R. Sete de Setembro, 363 - Americana, SP
55 (19) 3461.7048 - (19) 3461.1865
ipamericana@ipamericana.org.br
Tema do Mês
Fé centralizada na pessoa de Cristo
Lucas 2. 11
 
 
 
Mensagens
 
05/10/2014
1. APRENDENDO COM AS CRIANÇAS DA BÍBLIA

SÉRIE: APRENDENDO COM AS CRIANÇAS DA BÍBLIA IPA, 5 de outubro de 2014.

TEXTO: II Reis 5.1-19

INTRODUÇÃO

Chama nossa atenção e mexe com nosso ego lembrar o dia em que o Senhor Jesus tomou em seu colo uma criança e afirmou: “Quem não receber o Reino de Deus como uma criança de maneira nenhuma entrará nele”! Durante este mês vamos falar sobre a vida e o ensino de algumas crianças da Bíblia.

 

EXPLICAÇÃO:

O texto básico (II Rs 5.1-9) fala da cura de um poderoso e influente comandante, o comandante do exército do rei da Síria, a quem Deus tinha dado inúmeras vitórias. Ocorre que este grande homem sofria de uma doença que o alijava da convivência social: era leproso – tinha uma doença de pele muito grave.

Diante desse contexto, surge na história uma menina da qual sabemos apenas que era da terra de Israel e cativa, estava a serviço da mulher de Naamã. Na simplicidade (não sem profundidade) de sua fé, disse: “Tomara o meu senhor estivesse diante do profeta que está em Samaria; ele o restauraria de sua lepra”.

Afirmamos a simplicidade de sua fé pelo fato de que sua fala denuncia que ela não era profunda conhecedora de teologia, sabendo, por exemplo, que não era o profeta que o curaria, mas Deus. No entanto, sua fé e conhecimento das histórias e do Deus de Israel fizeram com que as estruturas de Naamã começassem a ser abaladas.

Podemos afirmar, pelo texto bíblico, que esta menina foi UMA CRIANÇA DE FÉ (TEMA). Sua fé pode ser confirmada em três proposições:

 

1. UMA FÉ PROCLAMADA (v. 3)

Aquela menina não teve medo ou vergonha de expor sua fé. Disse, mesmo estando cativa, que o Senhor poderia curar seu senhor. Proclamou em alto e bom som que só havia Um capaz de curá-lo. 

Temos proclamado assim nossa fé ou temos medo? O que nos falta para conseguir proclamar a mesma fé? Conhecimento de Deus? Comunhão com Ele?

 

2. UMA FÉ PROVADA (v. 4-14)

Releia os versículos acima. Eles mostram como Naamã provou da verdade expressada pela menina. Provou o poder de Deus. Provou da fé que a menina possuía. “Oh! Provai e vede!”, diz a Escritura. 

A narrativa por si só mostra que a cura independe de quem a busca. Ela é toda obra do Senhor da cura. No entanto, temos que buscá-la e obedecer a vontade do Senhor.

 

3. UMA FÉ RECONHECIDA (v. 15-19)

Depois de provar a fé proclamada pela menina, Naamã agora a reconhece. A fé da pequenina foi reconhecida! Veja que bela afirmação de Naamã: “Eis que agora reconheço que em toda a terra não há Deus, senão em Israel”. 

Este reconhecimento levou Naamã a não mais oferecer sacrifício senão a Deus (v. 17).

Sua fé tem sido reconhecida por aqueles que estão à sua volta?

 

CONCLUSÃO:

Que nossa fé em Cristo Jesus seja também proclamada, provada e reconhecida.

(Mensagem pregada pelo Rev. Jabis)

 
 
IPA . Igreja Presbiteriana de Americana © 2014-2015 . Todos os direitos reservados . Criado por DRW Integrada
 
Quem Somos Sociedades Ministérios Informações Contatos
Notícias
Agenda
Boletim Semanal
Galeria de Fotos
Galeria de Vídeos
Mensagens
Estudos
IPA TV
Fale Conosco
Atendimento
Congregações
Cadastre-se