R. Sete de Setembro, 363 - Americana, SP
55 (19) 3461.7048 - (19) 3461.1865
ipamericana@ipamericana.org.br
Tema do Mês
Fé centralizada na pessoa de Cristo
Lucas 2. 11
 
 
 
Mensagens
 
20/03/2016
REFLEXÕES DE DOMINGO DE RAMOS

Texto: Lucas 19.28-47

I – Introdução
Iniciamos a “semana santa”. O evento que marca esse início é a entrada do Senhor Jesus Cristo na cidade de Jerusalém sendo aclamado aos gritos de “hosanas” e acolhido com ramos de palmeiras espalhados ao longo do caminho. A narrativa é registrada pelos quatro evangelistas com riqueza de detalhes.

II – Narração
É no evangelho de Lucas que a caminhada de Jesus rumo a Jerusalém fica mais clara. Lucas registra o exato momento em que o Senhor Jesus decide viajar para Jerusalém (ver: Lc 9.51). Agora, na chegada de nosso Senhor, ele narra o acontecido. Dá para fazer algumas reflexões sobre este evento. Vamos a elas.

III – Tema: Reflexões de Domingo de Ramos

1) Do Senhorio absoluto do Senhor Jesus Cristo – Vs 28-40
O Senhorio do Senhor Jesus Cristo não está somente no fato da soltura do jumentinho que seria utilizado. Está também no fato de a entrada em Jerusalém não foi um acidente de percurso. O Senhor Jesus tinha e tem o controle de tudo. Seu relógio é soberano. Quando chegou a hora determinada por sua soberania, ele caminha rumo a Jerusalém. Mesmo sabendo que caminhar rumo a Jerusalém era caminhar para o seu mais intenso sofrimento. Ele tinha o controle de sua missão em sua mãos.

2) Do choro do Messias – Vs. 41-44
Na descida do Monte das Oliveiras o Senhor Jesus tem uma visão panorâmica da cidade de Jerusalém. Quando vê a cidade ele chora. Por que Jesus chorou? Chorou porque contemplou uma cidade sem conhecimento (v. 42). Chorou porque contemplou uma cidade que seria destruída ( vs. 43-44). Chorou porque contemplou uma cidade que desperdiçou a oportunidade de salvação (v. 44). Jesus chorou e choraria hoje se olhasse para as nossas cidades, para o nosso tempo, para o que vem acontecendo no país nestas últimas semanas.

3) Da condenação dos aproveitadores da religião – vs. 45-48)

Depois de entrar na cidade, o Senhor Jesus entra no templo. Ali, ele expulsa os exploradores da religião. Os cambistas e comerciantes que haviam desvirtuado a casa de oração, transformando-a em covil de salteadores. Neste domingo de ramos somos chamados a refletir sobre os exploradores da religião. Creio que o Senhor Jesus condenaria hoje vários pastores e padres que abusam da boa fé de nosso povo, usando da religião para enganar e explorar pessoas.

IV – conclusão
Esta é uma semana importante para nossa fé. Teremos outras importantes celebrações. Contudo, neste domingo de ramos, somos chamados para fazer estas reflexões importantes. Servimos ao Senhor Jesus, soberano absoluto de nossas vidas. Se choro revela sua preocupação com nossas cidades e com nossas vidas. Sua condenação ao exploradores da religião é uma alerta para todos nós.

 

(Síntese da mensagem proferida pelo rev. Ailton no culto vespertino do dia 20 de março de 2016.)

 
 
IPA . Igreja Presbiteriana de Americana © 2014-2015 . Todos os direitos reservados . Criado por DRW Integrada
 
Quem Somos Sociedades Ministérios Informações Contatos
Notícias
Agenda
Boletim Semanal
Galeria de Fotos
Galeria de Vídeos
Mensagens
Estudos
IPA TV
Fale Conosco
Atendimento
Congregações
Cadastre-se