R. Sete de Setembro, 363 - Americana, SP
55 (19) 3461.7048 - (19) 3461.1865
ipamericana@ipamericana.org.br
Tema do Mês
Fé centralizada na pessoa de Cristo
Lucas 2. 11
 
 
 
Mensagens
 
13/03/2016
POR UMA NAÇÃO PRÓSPERA E PACÍFICA

POR UMA NAÇÃO PRÓSPERA E PACÍFICA
TEXTO: Salmo 128

EXÓRDIO:
Relatar os movimentos de protesto, do domingo, por todo o Brasil.
Os movimentos que estão acontecendo por aí, vão possibilitar uma nação próspera e feliz?

EXPLICAÇAO:
Derek Kidner, sobre o salmo diz: “As bênçãos quietas de uma vida bem ordenada se traçam desde o centro até os lados neste salmo, enquanto o olhar passa do homem piedoso para a sua família e finalmente para Israel. Aqui temos a piedade singela, com seu fruto apropriado de estabilidade e paz”

TEMA: POR UMA NAÇÃO PRÓSPERA E PACÍFICA

1) LEVANTE A BANDEIRA DO TEMOR A DEUS (v. 1 e 4)
O aspecto decisivo vem logo de início. “De maneira bem geral e na forma de princípio, tendo validade para a comunidade dos piedosos, o salmista coloca as bases para a reta orientação da vida e verdadeira felicidade na bem-aventurança: o temor de Deus e andar nos seus caminhos, eis o que se impõe” (Kidner). Não significa ter medo de Deus, mas ter profundo respeito, profunda reverência diante dele (Sl 96 – temor e tremor). No temor de Deus expressa-se a atitude fundamental de humildade do homem, que sabe e reconhece que Deus é o Senhor de sua vida: II Cr 7.14-15 e 19-20. Ao homem que teme ao Senhor, encontram-se também exigências em sua atitude de obediência para com o Deus exigente: bem-aventurado aquele que anda em seus caminhos. Artur Weiser diz: “Se Deus é o Senhor da vida, então seu poder como bênção torna-se eficaz lá onde as suas orientações para a vida são seguidas pelo homem”.

2) PROCLAME, EM ALTO E BOM SOM, OS VALORES DO TRABALHO E DA FAMÍLIA (v.2-3)
As bênçãos gerais de Deus sobre os que temem a Ele, agora se refletem na benção do trabalho; em poder gozar dos frutos do serviço. Apesar da observação de que o trabalho árduo e duro foi fruto do pecado, na presença de Deus e no seu temor, trabalhando com as próprias mãos, a bênção se estabelece. O trabalho é bênção. O pecado muda a perspectiva do trabalho e sobretudo as suas condições. Em Cristo, graças à redenção, o trabalho é restabelecido como uma benção divina (1Tessalonicenses 4.11; Efésios 4.28; 1Timóteo 5.13).
O próprio Jesus trabalhou como carpinteiro. Paulo era orgulhoso de dizer que se sustentava trabalhando com as suas mãos, até mesmo para servir como exemplo (Atos 18.3). É célebre o texto de 2Tessalonecenses 3.10 (cf. Lucas 10.7. A bênção é maravilhosa para aqueles que proclamam o valor do trabalho: feliz serás e tudo te irá bem.
Ainda fala do valor da família. Valor inestimável. Princípio inegociável. “Tua esposa”... “Teus filhos”... à roda da mesa...  Precisamos proclamar e batalhar pelos valores da família. É na família que as bênçãos de Deus se estabelecem, e essas bênçãos redundam em bênçãos para a sociedade...

3) DISPONHA-SE A ABENÇOAR A NAÇÃO COM SUAS ORAÇÕES (v. 5.-6)
Os dois últimos versículos são uma bênção. Uma oração. Bênção final ligada aos valores anteriores: temor a Deus e proclamação dos valores do trabalho e da família. Mas as bênçãos individuais são agora ampliadas para a nação: vejas a prosperidade de Jerusalém... vejas os filhos dos filhos... venha paz sobre Israel”. Devemos orar pela prosperidade e pela paz da nação e isso passa pela oração e sujeição às autoridades (Romanos 13.1-7; 1 Timóteo 2.1-2; 1Pedro 2.13-17).
Somos convocados hoje também a orar e abençoar nossa nação. Empunhando a bandeira do temor A Deus; proclamando os valores do trabalho e da família, vamos abençoar nossa nação. Sim, precisamos ser bênção em nossa cidade: nos envolver com a vida da cidade e levar ali os valores do Reino.

CONCLUSÃO:
Nesta semana, inúmeros grupos, conselhos, pronunciaram-se a respeito dos acontecimentos de nosso país, entre eles o Conselho Coordenador da Igreja Presbiteriana Unida e ainda A Aliança Cristã Evangélica Brasileira, que dizendo-se “preocupada com esse acirramento dos ânimos, dirige-se às igrejas e pessoas filiadas, e ao povo evangélico em geral, chamando-os à serenidade, à oração e à paz”.
A Música de João Alexandre, “Prá cima Brasil” , escrita na década de 80, ainda é atual: “Brasil, olha prá cima. Existe uma chance de ser novamente feliz! Brasil! Há uma esperança. Volta teus olhos pra Deus, justo juiz”

 

(Mensagem pregada pelo Rev. Jabis no dia 13 de março.
Dia de manifestações contra o governo, contra a corrupção e a favor da justiça em todo o Brasil). 

 
 
IPA . Igreja Presbiteriana de Americana © 2014-2015 . Todos os direitos reservados . Criado por DRW Integrada
 
Quem Somos Sociedades Ministérios Informações Contatos
Notícias
Agenda
Boletim Semanal
Galeria de Fotos
Galeria de Vídeos
Mensagens
Estudos
IPA TV
Fale Conosco
Atendimento
Congregações
Cadastre-se