R. Sete de Setembro, 363 - Americana, SP
55 (19) 3461.7048 - (19) 3461.1865
ipamericana@ipamericana.org.br
Tema do Mês
Fé centralizada na pessoa de Cristo
Lucas 2. 11
 
 
 
Mensagens
 
24/05/2015
COMPREENDENDO O PENTECOSTE

Texto: Atos 2.1-41

I – Introdução
No sábado, dia 23 de maio, o Jornal Nacional, da Rede Globo, veiculou reportagens sobre a celebração do Pentecostes. Uma, na cidade de Mogi das Cruzes, a Festa do Divino Espírito Santo. Outra, uma peregrinação a Jerusalém, liderada pelos Padres Granzotti e Fábio de Mello. Vibrei com a cobertura que o Jornal deu às celebrações. O Pentecoste não é muito lembrado no Brasil pelas igrejas evangélicas. Principalmente, pelas ditas igrejas pentecostais. Não é o nosso caso. Reconhecemos que é uma data oriunda das Escrituras e importante para edificar ainda mais nossa fé.

II – Narração
Lucas registra com riqueza de detalhes a descida do Espírito Santo. Ela aconteceu no dia de Pentecoste, na cidade de Jerusalém. Foi um evento marcante na vida da igreja. Marca o início do fim. Por ser ato inaugural, foi pomposo e fenomenal. Ouve-se um som como de um vento impetuoso. Línguas, como de fogo, pousam sobre cada um dos presentes na reunião. Passam a falar em outras línguas. Os que estavam presentes na festa, de vários lugares e línguas, ouvem na língua materna e compreendem o que estão falando. A perplexidade toma conta da maioria. Uns, sem compreender o que estava acontecendo, vão acusá-los de embriaguez. Os apóstolos tomam a dianteira, Pedro explica o que estava acontecendo. Pelo texto, podemos compreender o pentecoste. Vejamos:

III – Tema: Compreendendo o pentecoste, como:

1. Cumprimento de profecias – Atos 2.14-22
A descida do Espírito Santo não foi obra do acaso. Estava profetizado no primeiro testamento. Era algo esperado, anunciado, prometido. O profeta Isaías: “Até que se derrame sobre nós o Espírito lá do alto: então o deserto se tornará em pomar e o pomar será tido por bosque”. Pedro, usando da palavra, afirma que o que estava ocorrendo era cumprimento da promessa, registrado em Joel 2.28-32. Podemos entender o pentecoste, inicialmente, como um comprimento de promessas, de profecias. Deus cumpre sua Palavra. O próprio Jesus tinha prometido a vinda do Espírito Santo (João 16, Atos 1.8).

2. Capacitação para o testemunho – Atos 2.14; 1.8
Na ascensão o Senhor Jesus já tinha deixado claro que a vinda do Espírito Santo estava ligada à  capacitação para a missão ( Atos 1.8). Agora, quando ocorre a descida, Pedro, um homem simples, usa da Palavra. Sem nenhum recurso, fala poderosamente naquele dia. Assim outros também foram capacitados para a missão ao longo da história. A fé cristã, vai sair de Jerusalém, e se expandir no mundo, a partir do testemunho de pessoas simples. Como explicar isto? A capacitação que vem do Espírito Santo. O Pentecoste pode ser compreendido como capacitação para o testemunho, para a missão.

3. Convencimento para um nova vida – Atos 2.37-41
Após a pregação de Pedro, a pergunta que se ouve é: “Que faremos irmãos?”. Lucas informa-nos que eles estavam com o coração tocados pelo Espírito Santo. É o Espírito Santo que faz a obra do convencimento. Ele é aquele que converte as pessoas. Ele é aquele que toca nos corações. Nós falamos aos ouvidos. O Espírito Santo fala ao coração. O Pentecoste pode ser compreendido como um convencimento para uma nova vida. É preciso o arrependimento e a fé no Senhor Jesus para remissão de nossos pecados.

IV – Conclusão
Celebremos a descida do Espírito Santo. Ele é Deus Emanuel. Socorro bem presente em nossas tribulações. Não podemos ser igreja sem a sua assistência. Ele é cumprimento das profecias. Ele é a nossa capacitação. E é ele quem nos convence sobre a pessoa bendita e santa do Senhor Jesus Cristo. Vem Espírito divino! Tu és bem vindo ao nosso meio!

(Rev. Ailton Gonçalves Dias Filho)

 
 
IPA . Igreja Presbiteriana de Americana © 2014-2015 . Todos os direitos reservados . Criado por DRW Integrada
 
Quem Somos Sociedades Ministérios Informações Contatos
Notícias
Agenda
Boletim Semanal
Galeria de Fotos
Galeria de Vídeos
Mensagens
Estudos
IPA TV
Fale Conosco
Atendimento
Congregações
Cadastre-se